REPRESENTANTE DO GOVERNO DO ESTADO SE REUNEM COM ACBR E ASPEBR

22/08/2013 22:38

No dia 20.08.2013 (TERÇA-FEIRA), realizamos na ACBR uma reunião entre membros da Diretoria da ACBR, ASPEBR e com o Assessor Especial do Governo do Estado Gilberto Clementino dos Santos, representante da Extraordinária de Ações Estratégicas, e seu assessor Flávio João Daniel. 

Leia mais

O Governo do Estado escolheu 30 aglomerados urbanos que sofrem e sofreram impactos devido aos grandes empreendimentos do estado, cito Barra do Riacho e Bebedouros em Linhares, onde será será construído uma refinaria de gás.

Ficamos felizes com a reunião com os representantes do Governo do Estado, pois pudemos apresentamos um diagnóstico preliminar e formulário contendo com informações atualizadas sobre a realidade de Barra do Riacho, com suas carências, avanços e preocupações, pois temos consciência que com exceção da área de saúde que já tivemos melhorias e teremos mais, as outras áreas de infraestrutura são precárias e nos preocupa muito, pois esta previsto para dezembro a aceleração da obra do Estaleiro Jurong Aracruz, com início da construção da sonda que deve geram milhares de empregos e atrair desempregados para nossa região. Preocupados com isto já fizemos reuniões com o Prefeito Marcelo Souza Coelho, estamos participando ativamente no Grupo de Engajamento Barra do Riacho, em fim temos cobrado melhorias para nossa comunidade.

 

Apresentamos relatórios fotográficos da pré-escola, da Escola Estadual Caboclo Bernardo, da Quadra Poliesportiva e relatório da creche, ou seja, a área da educação e lazer são as mais críticas. Apresentamos ainda os islads dos Impactos da Orla e futuros empreendimentos, apresentado no último fórum S.O.S. Rio Riacho, promovido pelo Escola de Surf D´Barrelles.

Apresentamos ainda dados de cobertura de energia elétrica, coleta de lixo, ruas pavimentadas, iluminação pública, transporte coletivo, assistência social, serviços bancários, espaços públicos (cultura, esporte, lazer, praças, ginásios), saúde, educação, população etc.

Na reunião esteve presente também o Presidente da Associação dos Pescadores de Barra do Riacho o Sr. Vicente Buteri, que relatou as dificuldades que se encontram os pescadores da nossa região, fruto dos impactos causados pelas grandes embarcações pesqueira e empresas. Defendeu o território da pesca artesanal e ações de melhoria do Rio Riacho, assoreamento da Boca da Barra e diminuição do pescado, que impacta toda a comunidade, pois Barra do Riacho está cercada por empresas, e a pesca que já foi a principal atividade econômica, hoje pede socorro.

O Governo do Estado tem em curso o Programa Estado Presente para levar às comunidades menos favorecidas ações de cidadania e combate à violência e criminalidade. O foco é concentrar esforços de todas as secretarias de governo nas áreas de educação, saúde, cidadania, esportes, lazer, cultura, segurança, além de qualificação profissional e novas oportunidades de emprego e renda para os moradores.

A Secretaria Extraordinária de Ações Estratégicas trabalha a construção de Diagnóstico sobre o futuro Aglomerado de Barra do Riacho, em Aracruz.

O Programa Estado Presente que tem por objetivo principal consolidar a presença do Estado em comunidades em situação de risco, visando à inclusão e proteção social de sua população pela via de melhoria infraestrutura física e social, instituindo-lhes padrões mínimos de urbanização, serviços e qualidade de vida. 

Os representantes do Governo do Estado pediram ainda um mapa com as subdivisões dos Bairro de Barra do Riacho, mapear os grandes investimento ao redor da comunidade e mapear a utilização de câmeras de vigilância. Eles também ficam surpreendidos com grau de organização, estrutura e transparência da ACBR, pois conheceram a ACBR através do site WWW.acbr.net.br que permite a acessibilidade e interage com a comunidade. Disse que encontrou pessoas conhecedoras da realidade e comprometidas para melhorar a comunidade e que pretende divulgar a ACBR como exemplo de organização.

 

Características de Barra do Riacho
 

  • A maioria dos moradores não possui escrituras dos imóveis
  • Algumas ruas ficam alagadas, provocando enchentes e existe problema de drenagem nesta rua
  • Falta habitação - Acelerar a construção das 526 casas Programa "Minha Casa, Minha Vida"
  • Falta iluminação em algumas ruas limites do bairro
  • A água é salobra
  • Algumas ruas não são pavimentadas
  • O esgoto é lançado "in natura" no rio Riacho
  • As empresas no entorno causam barulho mau cheiro
  • Falta preparo dos moradores quanto a acidentes
  • O comércio local é de pequeno porte
  • Não existe coleta seletiva de lixo
  • A passagem de ônibus é cara e o horário no fim de semana é precário
  • A Boca da Barra fecha constantemente, trazendo prejuízo aos pescadores
  • Não existe uma ponte para os moradores utilizarem a Praia da Curva
  • Não existe atendimento 24 horas na Unidade de Saúde, somente 12 horas. Equipar a Unidade de Saúde. Já tivemos alguns avanços nos últimos dias, mas PSF têm atendimento de segunda à sexta, no horário de 7 às 16 com permanência de um clínico, duas enfermeiras e um motorista de ambulância doada pela FIBRIA. O PA – Pronto Atendimento de 7 às 19, trabalha de segunda à segunda, com um médico clínico e um motorista de ambulância. Está sendo finalizado o processo seletivo da saúde, para expandir o atendimento com um clínico, pediatra, nutricionista e novos enfermeiros e cerca de 40 funcionários. Não tem laboratório de análise clínica e raio x, que são excenciais para funcionar como PA 24h. Até o dia 19 de agosto de 2013 o médico que estava atendendo a Barra do Riacho atendia a Barra do Sahy e Vila do Riacho.
  • As escolas estão caindo aos pedaços ( creche e pré-escola), foi dado ordem de serviço na Escola Municipal de Ensino Fundamental Zenília Varzem Ribeiro
  • A Creche Vovô Jandira, existem 138 alunos, com idade de 04 meses a 03 anos, divididos em 04 salas pequenas, e além disto têm 60 alunos na lista de espera, falta de segurança ( vigilante), poucos brinquedos, play graund, não têm salas de professores, existe uma sala de 8m² para uso da diretoria, secretárias, professores etc. Precisa ser construída uma nova.
  • Desde do início do ano letivo 2013, os alunos estão da pré-escola Amália Coutinho estão estudando no prédio administrativo com 03 pavimentos, da Igreja Batista que possui escadas inclinadas e degrau fora do padrão e já provocou acidentes em alunos que caiu e professor que rolou pela escada, neste local não possui telefone, internet, quando chove molha a escada, não tem local para as crianças brincarem, devido a isto, os pais não querem deixar seus filhos nas escola devido a falta de motivação das crianças, além disto existe um grande número de alunos faltosos, chegando ao cúmulo de 02 alunos por professor, existe na escola 170 alunos matriculados, e assíduo 140 alunos, no ano passado eram 200 alunos, isto aconteceu porque a onde funcionava a pré-escola está interditado e será reformado futuramente. O ideal é a construção de uma nova pré-escola, pois o local é pequeno, sem acessibilidade, área para recreação, sala de professores, biblioteca etc.
  • Na Escola Estadual de Ensino Médio Caboclo Benardo está em decadência, a escola precisa ser reformada:  o sistema de esgoto está comprometido com vazamento na caixa externa, entupido na parte interna, vazando para a igreja ao lado, dos 3 banheiros para funcionário apenas 01 funciona, de 16 banheiros para alunos, 8 do 2º pavimento estão todos interditados devido a entupimentos, o sistema de esgoto da conzinha está com entupimento constante, falta de segurança durante o dia, a escola possui 750 alunos que estão sem refeitório, quadra poliesportiva, biblioteca adequada e local para a prática de esportes. É necessário que seja construído uma nova escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio
  • O CRAS não possuem internet em seus 02 computadores, não tem segurança, mesmo atendendo pessoas alcoolizadas e outros efeitos pisicóticos, narcóticos, não tem mensageiro, o carro fica apenas 02 dias durante a semana e ainda é dividido com a localidade de Vila do Riacho, não tem estatística de atendimento, oferece curso de pintura para 30 pessoas, sendo 15 vagas para idosos, pet uork, atividades física, encaminhamento ao curso PRONATEC, CAD, bolsa família, denúncia geral.
  • Cerca de 10 à 20 pessoas dormem enfrente o Sine em busca de emprego
  • A Feirinha Comunitária que era realizada no Bairro São Pedro parou de funcionar devido a um tiroteio a aproximadamente 150 metros, no horário de funcionamento da mesma onde 02 jovens foram executados e 03 pessoas recebem tiro de bala perdida, carro atingido por bala
  • Não existe Ensino Técnico e o acesso a Aracruz é difícil porque a passagem é cara
  • A violência corresponde a 30% dos crimes no município e 10% do tráfico de drogas
  • A cultura está em decadência
  • Faltam áreas de lazer e quadras poliesportivas

SEGUE ABAIXO O QUE FOI REGISTRADO NO ORÇAMENTO PARTICIPATIVO:(15/8/2013) de Barra do Riacho

”Na Reunião com a comunidade no último dia 15/08 quinta-feira na ACBR - Associação Comunitária de Barra do Riacho para discutirmos juntos o Orçamento Cidadão de 2014. O encontro é uma organização da Prefeitura Municipal de Aracruz através de suas Secretarias de Planejamento, Orçamento e Gestão. 

- Prioridades defendidas pela comunidade:

* Ampliação de vagas nas creches e construção de uma nova escola; ( para isso já está em andamento um projeto da PMA que prevê a construção de nova escola e creche numa área na saída da Barra do Riacho);

* Ampliação do número de profissionais da área da saúde;

* Construção de uma nova estação de tratamento de água e esgoto;

* Qualidade da água;

* Revitalização e despoluição do Rio Riacho;

* Mais policiamento e segurança;

* Local para as mulheres do artesanato expor e comercializar suas artes;

* Construção de um centro integrando de cultura, esporte e lazer para os moradores. Agregando espaço para teatro, práticas de esportes, realização de festas e eventos culturais;

* Construção de uma área destinada a prática de skate;

* Reforma da Praça São Sebastião no centro de Barra do Riacho;

* Discussão do PDM de Barra do Riacho de forma que atenda a comunidade e preservação do meio ambiente;

* Construção de uma Praça nos mesmos moldes da Praça da Paz em Aracruz, neste caso foi sugerido a desapropriação de uma área pertencente a um morador local.

* Atenção especial a algumas ruas que em época de chuvas tem alagamento e acontece perda de móveis pela entrada de enxurrada em suas residências;

 

Estiveram presentes, o Prefeito Marcelo Coelho, o vice-prefeito Anderson Segatto Ghidetti, secretários municipais, os vereadores Erick Musso, Mônica Cordeiro, Fábio Machado, Eliel Rodrigues, Romildo Broetto, Alexandre Manhães e a comunidade de Barra do Riacho.”

Galeria de fotos: